domingo, agosto 3

Dark Angel

Dorme, anjo negro,
Com a morte do sol,
A chuva inunda esta imensidão,
Dorme…
Fecha os olhos por um instante,
E esquece o cessar do tempo,
Deixa que o sangue vagueie pelo teu corpo,
Com a tua alma voando,
Dorme…anjo negro.
A lua beija as tuas asas,
E as estrelas envolvem-te,
Com a doce cor prata,
Sente o imutável silêncio,
Sob o nosso céu,
E morre comigo,
Com a vinda da alvorada.

3 Comments:

Blogger su said...

Nesse mundo que é só tão nosso, em que as sombras são povoadas apenas pelas luzes das estrelas e pelo brilho dos nossos olhares, as almas sentem-se em conforto uma à beira da outra...a noite é o manto do Inverno, a seda do Verão, a outra pele que nos envolve e nos aproxima suavemente enquanto deliramos nos braços um do outro e trocamos o amor dos nossos corações como a moeda de troca d eum pacto eterno...

Um beijo com expoente máximo em tudo o que sinto por ti!

:))

02:44  
Blogger Arya Bodhisattva said...

Espero que tudo esteja a correr a-okay por aí!
:)

11:00  
Blogger Képia said...

Olá Taliesin :)

Sou a sua parceira de troca literária promovida pela kerida Su.

peço desculpa só poder estar a fazê-lo agora , mas tal como já tinha dito á Su, só esta semana regressei de férias.

Tenho no entanto quase tudo pronto e na próxima segunda-feira vou enviar. por isso peço-lhe que me envie a sua morada logo que seja possivel.

estive a ver o seu blog e tal como o da Sú é fantastico, e é fantastica a maneira como vocês se sabem expressar por palavras...

muitos parabens :)

Helena

21:21  

Enviar um comentário

<< Home